Dicas: Quais as complicações que podem ocorrer no tratamento dos vasinhos e varizes com laser?

Posted on

Os vasinhos nas pernas são o primeiro grau de aparecimento de varizes, e se nada for feito, elas podem agravar-se, tornando-se mais grossas e escuras.

A escleroterapia é um tratamento que consiste na aplicação de um esclerosante diretamente nas pequenas veias dilatadas, os vasinhos, de modo a eliminá-las. Contudo, ao fim de duas sessões, já a maior parte dos vasinhos foram eliminados, e as suas pernas voltaram a ter uma aparência mais bonita e jovem. Como tal, mesmo após conseguir eliminar os vasinhos das pernas recorrendo à escleroterapia, se não alterar esses hábitos, eles irão voltar a aparecer. Tanto as varizes quanto os vasinhos podem ser causados por herança familiar, múltiplas gestações, uso de hormônios e excesso de peso. Nesta técnica, uma solução é injetada dentro dos vasinhos e causa destruição da sua camada mais interna, fazendo com que o sangue não circule mais por eles. A escleroterapia é realizada pelo cirugião vascular, que é o profissional mais indicado para dizer quais vasinhos devem ser tratados por escleroterapia. Em muitos casos, vasinhos pequenos são alimentados por veias maiores e mais profundas. Para um melhor resultado, estas veias precisam ser removidas por uma pequena cirurgia antes da escleroterapia. O tratamento desses vasos indesejáveis, denominados pelos leigos de varizes, microvarizes, varicoses ou simplesmente de “vasinhos”, consiste, grande maioria dos casos, na realização de escleroterapia.

Como Eliminar Vasinhos e Varizes - Dicas caseiras para eliminar vasinhos e varizes :

  • ter uma alimentação mais saudável e balanceada;
  • não ficar muito tempo de pé ou muito tempo sentada;
  • evitar estar com as pernas cruzadas;
  • caminhar regularmente;
  • fazer exercício físico.

Conhecida popularmente como “tratamento de secar as varizes”, a escleroterapia é o método mais utilizado para determinar o desaparecimento desses vasinhos.

Esse processo leva alguns dias para se estabelecer e determina o desaparecimento da grande maioria dos microvasos, proporcionando um resultado estético muito apreciado pelos pacientes. Com o refinamento da técnica cirúrgica e a modernização do tratamento, hoje é possível fazer uma cirurgia muito mais delicada e, em muitos casos, praticamente sem dor. Mais uma vez: quanto mais cedo for feito o tratamento, melhor (quantas vezes você já leu essa afirmação neste artigo?). Assim, quanto mais cedo as varizes forem removidas, melhor o resultado estético e menores as complicações futuras. O problema é que se for usado por muito tempo ele pode ocasionar as varizes, que além de comprometerem a saúde também podem prejudicar a estética das pernas. Portanto, não existe um tratamento que cure as varizes ou os vasinhos. No caso de complicações, por exemplo, varizes grossas, varizes em pessoas que apresentam sintomas apesar do tratamento clínico bem feito, a cirurgia geralmente é indicada. Após a cirurgia de varizes eu ainda vou ver vasinhos nas pernas? O tratamento cirúrgico é indicado para tratar as varizes (veias doentes, tortuosas, alongadas e elevadas) e não para tratar os vasinhos.

O Laser pode ser usado para tratar quase todos os estágios de varizes, desde o tratamento de vasinhos (telangiectasias) até para a ablação da veia safena.

  • Preço: dependendo da complexidade da cirurgia, o valor pode variar entre os 1000 e os 2500 reais.

Os vasinhos podem levar a desconforto estético e são tratados com escleroterapia (aplicações) após o procedimento cirúrgico, no consultório.

Você poderá optar por realizar algumas aplicações nos vasinhos durante a cirurgia. Durante a cirurgia podemos, então, realizar aplicações na maioria dos vasinhos, independente da quantidade. Você sempre vai encontrar vasinhos nas pernas, mesmo se você realizar aplicações durante a cirurgia. Em algumas pessoas, a maioria dos vasinhos desaparecerá, em outros, um pouco menos, sendo necessário continuar o tratamento no consultório. Na maioria das vezes vai notar vasinhos, que geralmente estão mais “fracos”. Neste retorno vamos esclarecer dúvidas, orientar sobre o estilo de vida a partir desta fase e pode-se programar o tratamento cosmético dos vasinhos restantes. Alguns hábitos tornam esse processo mais difícil para as veias, fazendo com que elas fiquem mais largas, tornando-se visíveis. Como a resposta foi sim, fizemos a primeira aplicação para secar a mais feia e suas primas mini-feiurinhas (que não viraram foto, desculpem, só dava pra ver muito de perto). Após o tratamento com escleroterapia, a veia tratada tende a desaparecer ao longo de algumas semanas e, por isso, pode ser preciso até um mês para observar o resultado final.

  • Preço: cerca de 1000 reais, podendo variar de acordo com o médico e clínica selecionados.

Este tratamento pode também ser usado em outros casos de veias dilatadas, como hemorroidas ou hidrocele, por exemplo, embora seja mais raro.

Por isso, enquanto em alguns casos pode ser necessária apenas uma sessão de escleroterapia, existem casos em que pode ser preciso fazer outras sessões até obter o resultado pretendido. Esta espuma leva ao desenvolvimento de cicatrizes nas paredes da veia, fazendo com que feche e impedindo que o sangue continue circulando por aquele vaso. A cirurgia laser é indicada para tratar vasinhos ou varizes pequenas, e é feita com a luz de um laser aplicada diretamente sobre o vaso da variz. A diminuição da pressão dentro dos vasos das pernas reduz o volume das varizes e evita a formação de novas, resolvendo problemas com varizes muito grandes e vasinhos, por exemplo. Selecionei para este artigo algumas das dúvidas mais frequentes no consultório sobre aplicação de vasinhos. O estímulo doloroso sentido durante as sessões de aplicação de vasinhos depende de 4 fatores básicos: Na minha experiência como cirurgião vascular, os dois componentes mais importantes são os primeiros. Um aspecto importante que deve ser sempre lembrado em relação às varizes e aos vasinhos é que o tratamento não os cura, mas os controla. Mas não se preocupe, os vasinhos que promovem aquele aspecto inestético nas pernas não tem mais utilidade na circulação e não farão falta. A glicose é um esclerosante que quando usado na aplicação de vasinhos causa uma irritação e desidrata as células da parede interna da veia levando a obstrução.

A melhor aplicação para a espuma é o tratamento de veias de maior calibre, mas também pode ser usada na aplicação de vasinhos.

Portanto, a eliminação desses com a aplicação de vasinhos não causará nenhum prejuízo à circulação. Em casos mais graves, vasinhos muito dilatados e que não são tratados podem até sangrar e levar a formação de úlceras venosas. Especialmente nas pernas, mas também noutros locais do corpo, os vasinhos e as varizes arruínam qualquer look. Este método é particularmente eficiente em vasinhos (microvarizes) e varizes com um calibre de 2 mm, conseguindo eliminá-las por completo. O laser pode ser utilizado também com bons resultados em “vasinhos” bem finos no rosto e em outras partes do corpo. Pelo fato de ser praticamente indolor, permite que seja feita várias sessões em um único dia, antecipando o resultado final do tratamento. Nesse tratamento é realizado um planejamento prévio através de um exame de ultrassonografia com doppler, fazendo assim um mapeamento dos vasos a serem tratados. Ou seja: 1 em cada 3 pessoas que forem submetidas ao tratamento de vasinhos com aplicação de esclerosante vai ter alguma mancha. Procure sempre um cirurgião vascular ou angiologista para realizar o tratamento dos seus vasinhos e varizes.

A escleroterapia é um tratamento feito pelo médico angiologista para eliminar ou diminuir veias e, por isso, é muito usado para tratar vasinhos na pele ou varizes.

Para a eliminação dos vasos maiores, o tratamento mais indicado ainda continua a ser a cirurgia de varizes, através de incisões. Qual a diferença entre varizes e vasinhos? Existem diversas formas para eliminar os vasinhos, um cirurgião vascular ou angiologista pode indicar qual o melhor tratamento. Vasinhos podem se transformar em varizes? As varizes são veias dilatadas, e os vasinhos são vasos capilares dilatados. Alguns pacientes que têm predisposição a ter vasinhos podem ter também varizes, mas não é uma regra. O uso de meias elásticas, de compressão, podem prevenir vasinhos e varizes, especialmente no caso de quem trabalha muito tempo em pé. Quando é feita a cirurgia a pele pode ficar perfeita, lisinha, mas durante a vida, outras varizes podem surgir. As varizes podem aparecer em outras partes do corpo além das pernas? O resultado demora um pouco para aparecer, inclusive, diversas sessões podem ser necessárias para tanto. Apesar do nome complicado, essa técnica é um processo para secar telangiectasias, que são os tão detestados “vasinhos” que aparecem em nossas pernas sem pedir licença. Após a aplicação, a paciente deve utilizar uma meia elástica para evitar a formação de muitos hematomas e ajudar o resultado final.