Apresentação em tema: "HEMORRAGIA DIGESTIVA ALTA VARICOSA"— Transcrição da apresentação:

Posted on

Quando mencionamos a doença não varicosa como causa de hemorragia digestiva alta e na sua terapêutica endoscópica, estamo-nos referindo às úlceras pépticas gastroduodenais hemorrágicas.

O tratamento para hemorragia digestiva varia conforme a causa da doença, podendo incluir a transfusão sanguínea, o uso de medicamentos e em alguns casos, cirurgia. HEMORRAGIA DIGESTIVA ALTA NÃO VARICOSADEFINIÇÃO * SANGRAMENTO DIGESTIVO COM ORIGEM PROXIMAL AO ÂNGULO DE TREITZ Cuja causa não seja varizes esofagianas ou gastropatia hipertensiva *Stabile BE, Stamos MJ. Hemorragia Varicosa Endoscopia: Ligadura elásticaEsclerose com diferentes agentes Obliteração com cianoaclirato (prótese autoexpansível) ? Hemorragia Varicosa Profilaxia secundária (40% de ressangramento nas primeiras 6 semanas): Ligadura elástica → escleroterapia Encefalopatia Infecções ( PBE, ITU, PNM) 21 Apesar dos notáveis avanços em tratamentos médicos e intervenções endoscópicas, a mortalidade por hemorragia digestiva alta na sua forma aguda permanece elevada em até 14%. Indicação de cirurgia emergencial em hemorragia digestiva alta por varizes esofagogástricas em esquistossomóticos e cirróticos. Hemorragia digestiva alta: diagnóstico e tratamento. Hemorragia digestiva alta por varizes de esôfago. Análise dos fatores de risco no paciente cirrótico com hemorragia digestiva alta.

3.1 HEMORRAGIA DIGESTIVA ALTA NÃO VARICOSA (HDANV)

  • Hemorragia digestiva alta.
  • Hemorragia digestiva baixa.
  • “Falso-positivo”.

Resultados da Cirurgia de Warren em Hepatopatas com Hemorragia Digestiva alta recidivada.

Em pessoas que já sofreram um episódio de hemorragia varicosa, estará indicada a terapia com ligadura para reduzir o risco de novos sangramentos. Consenso Brasileiro de Endoscopia Digestiva da SOBED: Hemorragia Digestiva: Generalidades, Hemorragia Digestiva Não Varicosa e Varicosa. Erosões e Úlceras de Cameron como Causa de Hemorragia Digestiva Alta. Hemorragia digestiva alta causada pela doença de Dieulafoy. Endoscopia na insuficiência hepática e hemorragia digestiva alta varicosa. Hemorragia digestiva alta não varicosa.. Comparção da Esclerose Endoscópica com a Ligadura Elástica para a Hemostasia da Hemorragia Ativa Provocada por Rotura de Varizes de Esôfago: Analise e Preliminar. Opções terapêuticas na hemorragia digestiva alta não varicosa.. Tratamento da hemorragia digestiva alta por GIST de cárdia com uso de Endoloop: Relato de caso.. 2011.

3.2 HEMORRAGIA DIGESTIVA ALTA VARICOSA (HDAV)

  • Idade > 60 anos.
  • Insuficiência renal crônica;
  • Presença de varizes de grosso calibre;
  • HDA maciça (Hb < 8mg/dl, na admissão).

Causa rara de hemorragia digestiva alta?

Hemorragia digestiva alta por “Muco-submucosal elongated polyp” de duodeno: relato de caso. O sangramento por varizes esofágicas é uma complicação potencialmente letal da cirrose, principalmente em pacientes que apresentam outras complicações clínicas da cirrose como icterícia ou episódios prévios de hemorragia varicosa. No momento do diagnóstico, varizes esofágicas estão presentes em pouco menos de 50% dos pacientes e cerca de um terço dos pacientes com cirrose hepáticadesenvolverão hemorragia varicosa. As varizes gastroesofágicas são os mais relevantes colaterais portossistêmicos porque sua ruptura leva à hemorragia digestiva alta significativa com o potencial sangramento. Em pacientes sem varizes e naqueles com hemorragia varicosa, a mensuração do gradiente de pressão venosa hepática (GPVH) é o melhor método para estratificar o risco. Dada a alta taxa de recorrência, os pacientes que sobrevivem a uma hemorragia por varizes aguda devem receber tratamento para prevenir a recorrência. reconhecidamente falha na hemorragia digestiva alta, constituindo risco quando realizada mortalidade nos pacientes com hemorragia digestiva alta. A elevada mortalidade da hemorragia digestiva alta, quando continua ou recidivante,12

Apresentação em tema: “HEMORRAGIA DIGESTIVA ALTA NÃO VARICOSA”— Transcrição da apresentação:

  • Refratário: cirurgico (duodenal é o mais comum e não precisa tirar a ulcera. Já a ulcera gástrica deve tirar por ser lesão pré neoplasica)

hemorragia digestiva alta se deve a ruptura de veias ectasiadas do esôfago.

semiológico capaz de definir-lhe a causa e o local da hemorragia digestiva alta. A mortalidade na hemorragia digestiva alta é mais elevada nos cirróticos que nos também as neoplasias de modo geral, podem acompanhar-se de hemorragia digestiva alta, hemorragia digestiva alta uma lesão aguda da mucosa gástrica,35,36 estando O conhecimento do diagnóstico endoscópico nos casos de hemorragia digestiva alta, Copyright © 2000 eHealth Latin America O controle da hemorragia digestiva alta (HDA) representa um grande desafio tanto nos serviços de pronto atendimento, como nas unidades de terapia intensiva. Com os descritores: hemorragia gastrointestinal, hemorragia digestiva alta, abordagem endoscópica, upper gastrintestinal bleeding, varizes esofágicas, hemorragia varicosa, hemorragia não varicosa, manejo do paciente, ressuscitação e tratamento. Haro CP, Fey A. Análise do perfil epidemiológico, tratamento e evolução dos pacientes com hemorragia digestiva alta atendidos no pronto socorro do Hospital Regional Alto Vale. Hemorragia digestiva alta varicosa: relatório do 1º Consenso da Sociedade Brasileira de Hepatologia.

Hemorragia digestiva alta varicosa em paciente com histórico alcoólico: relato de experiência

Resenha Na população em geral, a hemorragia digestiva alta ocorre com prevalência de aproximadamente 100 casos por 100 mil adultos/ano.

As ulcerações pépticas representam cerca de 50% a 60% de todos os casos de hemorragia digestiva alta, com resolução espontânea em cerca de 80% dos pacientes. A correta abordagem terapêutica da hemorragia digestiva alta está diretamente relacionada não somente a sua causa, mas também a sua intensidade. A endoscopia digestiva alta é procedimento padrão para a identificação da causa da hemorragia digestiva alta e, em muitas ocasiões, para a sua efetiva terapêutica. Quando executado dentro das primeiras 24 horas da ocorrência da hemorragia digestiva alta, seu nível de acurácia poderá chegar a 95%. Úlceras pépticas – As úlceras pépticas, gástricas ou duodenais, representam cerca de 50% a 60% dos casos de hemorragia digestiva alta, juntamente com a gastrite erosiva. A hemorragia digestiva alta é de pequena monta, porém persistente, levando a um quadro de anemia crônica. Hemorragia digestiva alta não varicosa em adultos. Relato de caso: Hemorragia digestiva alta em paciente com Aids. Hemorragia digestiva alta apresentação de casos clínicos de HDA varicosa e não varicosa.

Apresentação em tema: “Hemorragia Digestiva Alta - Profilaxia e tratamento Diarréia e constipação na UTI Roger Oliveira R2 CM Unifesp - EPM.“— Transcrição da apresentação:

Hemorragia digestiva alta varicosa.

In: Hemorragia digestiva alta: diagnóstico e tratamento. Andaluz P. Manejo del paciente com hemorragia digestiva alta. Moura EGH, Sakai P, Maluf Filho F. Hemorragia digestiva alta não-varicosa. Abordagem do paciente com hemorragia digestiva alta não varicosa. Sistematização de atendimento ao paciente com hemorragia digestiva alta. No próximo dia 4 de novembro, a equipe de Gatroentereologia do hospital estadual Emílio Ribas realiza o 4º Simpósio da Abordagem Atual da Hipertensão Portal e Hemorragia Digestiva Alta. Fluxograma: tratamento da Hemorragia Digestiva Alta Varicosa no Pronto Socorro. Hemorragia Digestiva Alta Varicosa Introdução a 30% de todos os casos de hemorragia digestiva alta HEMORRAGIA DIGESTIVA ALTA VARICOSAConsenso da Sociedade Brasileira de Hepatologia Maio 2009 R1 de clínica médica Gabrielly Nora 2 A hemorragia por varizes esofagogástricas, uma complicação da hipertensão portal em pacientes com cirrose, é responsável por 10-30% de todos os casos de hemorragia digestiva alta. Os testes podem incluir: O tratamento para hemorragia digestiva depende de sua causa, seus sintomas, sua saúde geral, e quaisquer complicações que possa ter. que possível em qualquer paciente com hemorragia digestiva alta e suspeita Hemorragia Digestiva Alta - Profilaxia e tratamento Diarréia e constipação na UTI Roger Oliveira R2 CM Unifesp - EPM 2 Última revisão: 01/02/07 CONSENSO INTERNACIONAL DE RECOMENDAÇÕES PARA O TRATAMENTO DA HEMORRAGIA DIGESTIVA ALTA NÃO-VARICOSA All materials on our website are shared by users.