Dicas: Quais são as causas da doença venosa crônica e varizes dos membros inferiores? (Parte 2)

Posted on

Este texto abordará as varizes nas pernas (varizes dos membros inferiores), dando ênfase às causas, sintomas, prevenção e tratamento.

Varizes são veias dilatadas e tortuosas que se desenvolvem nos membros inferiores( pernas e coxas), sob a superfície da pele . Pelo contrário, a retirada causa melhoria na drenagem venosa dos membros inferiores, aliviando sintomas, melhorando a estética e prevenindo as complicações da evolução da doença. As úlceras venosas são provocadas pelo acúmulo de sangue nos membros inferiores, que ocorre quando as veias apresentam dificuldade para impulsionar o sangue ao coração, devido à ação da gravidade. Você pode prevenir varizes e outras doenças venosas mais eficazmente usando consistentemente peças de vestuário de compressão com compressão leve (p.ex., classe de compressão 1). A terapia mais recomendada é a cirúrgica, que leva à elimina­ção das veias varicosas e dos pontos de refluxo do sistema venoso profundo para o superficial. As varizes são veias superficiais dilatadas e tortuosas, mais frequentes nos membros inferiores. Veias varicosas – Vulgarmente chamadas varizes são veias dilatadas, tortuosas e alongadas, de maior ou menor calibre e profundidade. Varizes são veias dilatadas, tortuosas e de calibre aumentado, que podem aparecer em diversas regiões do corpo. • Ciclismo (que fortalece a bomba venosa nos membros inferiores e favorece o retorno venoso ao coração)

2. Quais são as causas da doença venosa crônica e varizes dos membros inferiores?

  • Hipertensão venosa,
  • Mau funcionamento das válvulas venosas,
  • Mudanças estruturais das veias,
  • Inflamação,
  • Obstrução da circulação venosa
  • Funcionamento insuficiente da bomba muscular no nível da panturrilha.

O arco venoso dorsal, no qual desaguam as veias metalarsicas dorsais, continua com a veia safena magna (interna), medialmente, e a veia safena parva (externa), lateralmente.

Estas veias de grande calibre têm capacidade contrátil limitada, quando comparadas com a veia safena interna, que possui parede espessa. Foi recentemente adicionado ao arsenal para tratamento das veias varicosas a ablação por radiofreqüência da veia safena. Isso é explicado pelo refluxo progredindo distalmente na veia safena interna e sobrecarregando o sistema venoso profundo. Varizes são veias dilatadas e tortuosas, mais comuns nos membros inferiores. Outras causas podem estar relacionadas com veias varicosas, uma gravidez ou uma irritação resultante da introdução de um catéter na veia. As veias varicosas de origem pélvica são uma causa importante de refluxo que não está diretamente relacionada com o sistema da veia safena. Veias varicosas da pelve podem ser identificadas durante o exame físico, indiretamente através do Ultrassom Doppler Colorido dos membros inferiores ou, diretamente, através do Doppler transvaginal, Angiorressonância ou Flebografia. A forma mais comum de trombose venosa é a trombose dos membros inferiores, acometendo as veias profundas e calibrosas da perna, coxa ou pelve. Além disso, conforme o útero cresce, a veia cava vai sendo comprimida, o que dificulta o escoamento do sangue vindo das veias dos membros inferiores.

Aquelas veias dilatadas que incomodam muitas mulheres surgem com mais frequência no calor – assim como os sintomas de dor, inchaço, perna cansada…

  • As válvulas venosas podem parar de funcionar corretamente,
  • As veias podem inchar, tornando-se varizes.

A técnica convencional com a retirada da veia safena é a mais comum, porém a formação de novas veias varicosas (recidiva) acontece em torno de 20-80% em algumas pesquisas.

As varizes geralmente são diagnosticadas durante o exame físico, fazendo uma análise da pele e aparência das veias, sendo complementado com exame de ultrassom Doppler Venoso de Membros inferiores. As varizes são veias insuficientes, que se tornam dilatadas e tortuosas devido a problemas que ocorrem no retorno do sangue das pernas para o coração. A ligadura subfascial das veias perfurantes incompetentes foi, inicialmente, proposta por Linton para tratamento das úlceras venosas de membros inferiores. Embora a compressão elástica graduada pode ajudar, elas não eliminam as veias varicosas ou tratam diretamente o refluxo venoso. O aumento da pressão abdominal pode dificultar o retorno do sangue para o coração e, de certa forma, piorar o refluxo nas suas veias. Varizes são veias dilatadas e tortuosas que se desenvolvem sob a superfície cutânea, especialmente em membros inferiores. Veias dilatadas e tortuosas, as varizes se desenvolvem sob a pele e, dependendo da fase em que se encontram, podem ser de pequeno, médio ou grosso calibre. Os sintomas mais observados são: sensação de peso nos membros inferiores e dores eventuais de intensidade leve a moderada. A veia safena interna é uma veia longa que percorre toda a face interna da perna e faz parte do sitema venoso superficial da perna.

Meia Elástica De Compressão, Meias De Compressão Sigvaris e Venosan Média ou Alta Compressão. Meias 34, Meias 78, meia Calça Normal e Materna.Acesse e Confira

  • Medicamentos hormonais
  • Embolização, um procedimento de cateter minimamente invasivo para tratar a veia varicosa.

A água promove uma pressão hidrostática uniforme sobre todo o contorno dos membros e consequentemente sobre as veias superficiais dilatadas favorecendo o retorno do sangue.

Aliado a isso, a presença do cólon repleto de conteúdo fecal piora o retorno venoso pela compressão direta exercida sobre as veias pélvicas e ilíacas. Todo ano, mais de 1,5 milhões de americanos procuram tratamento para problemas relacionados à varizes, sendo que 23 destes pacientes apresentam sintomas decorrentes do refluxo da veia safena. Como a veia safena não é um conduto maior para o retorno venoso dos membros inferiores a sua remoção pode ser compensada completamente pelo sistema venoso profundo. O mau funcionamento pode fazer com que o sangue bombeado pelos músculos dos membros inferiores retorne com dificuldade ao coração, apresentando refluxo nas veias, causando as varizes. Sempre que possível, elevar as pernas para auxiliar no retorno venoso, assim como usar meias elásticas de baixa, média ou alta compressão (sempre com orientação médica, pois existem contraindicações). Essa resposta será fundamentada na classificação e graduação da doença venosa dos membros inferiores (CEAP – classificação clínica ©, etiológica (E), anatômica (A) e patológica (P)). Um Ensaio Clínico Randomizado não encontrou diferença significativa nos sintomas entre o uso de meias de compressão por quatro semanas e nenhum tratamento em pessoas com veias varicosas. As veias mais acometidas são as dos membros inferiores: nos pés, pernas e coxas. Esta tarefa de retorno venoso é executada pelas veias por meio de válvulas venosas que direcionam o sangue para cima.

Causas e sintomas das veias varicosas

As varizes são veias em membros inferiores que se apresentam dilatadas e tortuosas, podendo levar a sintomas como dor, peso e cansaço.

No Tratamento do edema (inchaço) dos membros inferiores, em pacientes que apresentem varizes, nos pós-operatórios das cirurgias venosas, após escleroterapia e na cicatrização de úlceras venosas. Se ocorrer em uma veia, denomina-se de trombose venosa, e a localização mais frequente é no sistema venoso profundo dos membros inferiores (perna e coxa). Geralmente esses eventos ocorrem nas veias dos membros inferiores (pernas) e podem ser assintomáticos (sem sintomas) ou muito desconfortáveis, dependendo da extensão do trombo. Mais frequentemente, o trombo forma-se nas veias da perna (barriga da perna), mas pode também instalar-se nas coxas e, ocasionalmente, nos membros superiores. Pode consistir na retirada apenas de ramos dilatados (fleboextração) e/ou de veias maiores chamadas de safenas, quando essas estiverem dilatadas ou com suas válvulas internas danificadas (insuficientes) com conseqüente refluxo. Os sintomas mais comuns de refluxo venoso superficial incluem dor, inchaço, sensação de peso nas pernas e fadiga, bem como as varizes em suas pernas. As Veias profundas conduzem o sangue a veia cava inferior que é a maior veia de seu corpo e que faz o retorno do sangue venoso ao seu coração. Para confirmar o diagnóstico  de veias varicosas e para um melhor planejamento terapêutico, seu médico pode solicitar um teste de Ecodoppler Venoso de membros inferiores. O retorno do sangue ao coração, se faz 90% pelas veias no sistema venoso profundo e 10% pelas veias superficiais, safenas e colaterais, quando normais sem insuficiência e refluxo venoso.

Medicação e Meia elástica: As medicações chamadas flebotônicas atuam na veia aumentando o tônus da sua parede e conseqüentemente melhorando o retorno venoso.

As meias elásticas também atuam para melhorar o retorno venoso e reduzir a dilatação venosa, porém agem através da compressão externa da perna. Por estas razões, a veia safena deve seguir rigorosas seleções para serem retiradas nas cirurgias de varizes dos membros inferiores. O Doppler venoso de membros inferiores (MMII) avalia as veias que drenam o sangue das pernas. O Doppler venoso dos membros inferiores consegue detectar trombos recentes ou antigos nos membros de forma precisa e indolor. Tratamento depende do grau da doença O diagnóstico das varizes é feito por meio de consulta médica, exame físico e, se necessário, exames como o eco Doppler venoso não invasivo. As manifestações da Doença Venosa Crônica variam em intensidade de acordo com o grau e a extensão do acometimento do sistema venoso dos membros inferiores. Ecodoppler Venoso de Membros Superiores e Inferiores É um exame que tem como finalidade estudar a anatomia e o fluxo de sangue nas veias dos membros. Varizes dos membros inferiores são veias do sistema superficial, dilatadas (com mais de 3mm de diâmetro), alongadas e tortuosas, com alterações morfológicas e funcionais irreversíveis (Figura 03). De presença inconstante, a veia de Giacomine  – um prolongamento da Safena Parva no sentido proximal – pode ser fonte de refluxo e sintomas, devendo ser tratada em tais situações. Entretanto, as veias safenas muito dilatadas e/ou a presença de refluxo autorizam sua retirada para tratamento da doença varicosa, mesmo porque, neste caso, são imprestáveis como “ponte”. “Quando alguém usa meias elásticas, está comprimindo as veias varicosas e evitando o defeito de retorno venoso. Os sintomas da doença venosa crónica incluem sensação de peso e dor nos membros inferiores, sobretudo no final do dia e, em alguns casos, prurido. As veias das pernas têm a difícil função de executar o retorno venoso dos membros inferiores e trabalhar em um regime de pressão mais alta. http://www.fen.ufg.br/revista/v14/n1/v14n1a18.htm.  Acesso em: 13 maio 2015 As varizes ou veias varicosas são dilatações que não permitem o retorno do sangue para o coração e que afetam principalmente os membros inferiores. Esses cirurgiões acreditam que, mesmo quando existe refluxo na veia safena, em alguns casos é possível eliminar as causas desse refluxo melhorando a função da veia. Normalmente, falando sobre varizes, implicam uma doença independente - doença varicosa dos membros inferiores.